Guarda roupa minimalista

Vamos falar a verdade meninas, quem nunca abriu o armário, viu um monte de roupas, mas não conseguiu encontrar um look? Já parou para pensar que não é falta de peças, mas sim que elas já não têm mais o seu estilo? Talvez tenha peças muito antigas ou que não te servem mais?

Se conseguiu se enxergar nessa situação, talvez o guarda-roupa minimalista seja uma boa solução para você!

Ter esse estilo de armário é dispor apenas as peças que você realmente usa. Você passa a não ficar guardando aquilo que já não gosta ou não te serve. Continue a leitura a leitura para entender tudo o que precisa para montar o seu próprio guarda-roupa minimalista!

Por onde eu começo?

Bem, vamos lá! O primeiro passo é saber qual é o seu estilo, e quais roupas você mais usa no cotidiano. Isso porque para ser minimalista o guarda-roupa precisa te dar praticidade, ter peças que você se sente bem e realmente usa.

Mas é necessário realmente gastar um tempinho pensando em todas as situações da sua rotina. É legal anotar quais são suas principais atividades e ir pensando nas peças. Se tiver que usar roupas sociais no trabalho ou reuniões, se você pratica algum esporte. O que mais gosta de fazer nas horas vagas e finais de semana.

 

Como montar meu guarda-roupa minimalista?

A ideia central é ser possível ter um closet consistente e com sua personalidade. O mais legal dessa tendência é que não pesa no seu orçamento, e deixa tudo mais organizado e funcional. O desafio é saber tudo o que você tem e como combinar as peças.

Faça um raio x em seu armário

Esse é o momento de tirar tuuuuuudo de dentro do armário, pensar em cada peça, fazer as combinações e colocar de volta apenas o que você ama de verdade. É importante ser muito sincera consigo mesma, se não de nada adianta!

Ajuda bastante separar em pilhas: as que vão ficar, as que você não quer mais, e as que tiver dúvidas. Essa última pilha você pode guardar e reavaliar na próxima estação, por exemplo. Já as que você não gosta ou não servem, você pode doar ou vender em um brechó.

Hora de montar o guarda-roupa minimalista

Apesar da ideia inicial do guarda-roupa minimalista ter de 30 a 37 peças por estação do ano, você pode ter mais. Desde que as peças realmente se encaixem no seu dia a dia. Não se esqueça de que nessa conta entram os sapatos! Sim você pode começar aos poucos, para não ser muito radical. Tudo é uma questão de adaptação e ser funcional é o que mais precisamos.

O ideal no momento de colocar todas as roupas de volta no armário é já fazer as combinações entre peças de cima e de baixo. É importante que você consiga fazer o máximo de combinações possíveis, e guardar ou se desfazer de peças únicas ou que só tenham uma combinação. Dessa forma você não irá se cansar facilmente do novo closet.

Se planeje para comprar novas peças, e pense na qualidade

Você não está proibida de comprar novas roupas, mas o ideal é que você reflita antes de fazer a compra. Priorize a qualidade da peça e se ela irá realmente combinar com as roupas que você já tem.

Pense se a peça que deseja é para a moda da estação ou se você realmente conseguirá usá-la daqui um ou dois anos, por exemplo. Será que vale a pena investir em algo que tem data de expiração?

Ao deixar o armário com menos peças, é óbvio que ele ficará muito mais organizado e facilitara o seu dia a dia. E o importante é saber que você não precisa se limitar em tons neutros e roupas básicas.

É possível ter um guarda-roupa minimalista incrível que combine peças arrojadas com peças simples, e ainda assim ter roupas para os dias úteis!

E aí, você topa o desafio?   Ou já entrou nessa onda do “menos é mais”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *