Por abordarmos tanto sobre sustentabilidade, de vez em quando nós também precisaremos trazer alguns assuntos chatos por aqui – infelizmente. O da vez é o Greenwashing, um conceito que não é bem o que parece à primeira vista. Você já ouviu falar sobre ele?

Os “esforços verdes” (significado do termo), principalmente de grandes marcas, não são tão verdes assim. A verdade é que, muitas delas, utilizam de recursos enganosos para se passarem por sustentáveis e amigas do meio ambiente, quando na verdade não o são.

Para que você possa entender melhor, o uso de embalagens na cor verde e a associação de figuras famosas nas publicidades são exemplos da prática. Existem até empresas que dão destaque a selos – que já são obrigatórios em seus rótulos – e os divulgam como diferenciais ecológicos.

No Brasil, o CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) é a organização responsável por tomar as medidas cabíveis em caso de falso marketing, como o Greenwashing. Caso sejam autuadas, as empresas podem perder o direito de divulgação das informações e ainda pagar altas multas.

Greenwashing na moda

Como você deve se lembrar, explicamos neste texto que a indústria da moda é uma das mais poluentes do mundo, tendo as fast fashions como um dos fatores causadores. Mas são exatamente elas que, muitas vezes, lançam coleções denominadas eco-friendly (ecologicamente corretas) com o propósito de passar a ideia de que se preocupam com o meio ambiente.

Então, vamos lá, se você não quiser cair no papinho de quem se aproveita do propósito genuíno que é a sustentabilidade apenas para lucrar mais, saiba que é preciso ficar atenta! Quando for pesquisar, veja se a marca divulga onde suas roupas são feitas e procure sobre a indústria da moda desse local, por exemplo.

Seja curiosa e investigue tudo o que puder! Outra coisa que facilita (e agiliza) todo o processo é investir em marcas com mão de obra e produção local. Além de ter certeza da veracidade do discurso que está sendo divulgado, você ainda incentiva o comércio da sua cidade e os pequenos empreendedores.Não se esqueça que a sua atitude faz sim a diferença, mesmo que o resto do mundo continue comprando de empresas não sustentáveis, ok? E outra coisa que você pode fazer para ajudar o meio ambiente quando enjoar de alguma de suas peças, é vender com a gente! Assim o ciclo da moda continua e o mundo agradece. 🥰

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.